19 de mar de 2012

Cerveja engorda ou não?


Salve, salve, meu povo birosqueano! Que nosso humilde bloguinho é diplomático, todos já sabem. Então, para fazer valer o rótulo, a partir de hoje, teremos, semanalmente, uma canjinha de uma grande colaboradora. Birosqueana, assim como a gente, ela vai palmilhar o espaço Birosca Delas. Deixamos vocês com as palavras de Renata Rodriguez.

O grande dilema que aflige a maioria de nós birosqueanas autenticas, que curtem uma cerveja bem gelada, um boteco e um bom papo, é se realmente a nossa cerva engorda, dá barriga e coisa e tal .... 

Então, vamos falar um pouco sobre o assunto:

Controlamos as calorias que colocamos no prato com mão de ferro, mas esquecemos de computar as que colocamos no copo, certo? É normal,  nos iludimos com a idéia de que um chopinho não faz mal. Não é bem assim: um copo de 300 mililitros tem em média 150 calorias. Não é muito. Mas, se você não consegue parar no primeiro, desculpe ser estraga prazer: nenhuma dieta vai funcionar contra os pneuzinhos. As festas regadas a cerveja acontecem com freqüência? Então, outro balde de água fria: seu abdômen tem tudo para ganhar proporções que, definitivamente, não combinam com blusas coladas, muito menos com o biquíni usado pelas modelos que aparecem nas propagandas da loira gelada.



A armadilha pode ser dupla: junto com a bebida vem os petiscos gordurosos que também têm culpa no cartório.




E beber sem comer? Nem pensar!  É importante você forrar o estômago antes e durante o consumo de álcool. Do contrário, os efeitos de embriaguez serão muito mais rápidos. E o enjoo no dia seguinte maior e outra. Nós somos menos resistentes à bebida. É fisiológico, temos menos água no organismo (52%, ante 61% nos homens), por isso atingimos uma taxa de álcool no sangue mais alta num menor intervalo de tempo, ou seja, ficamos bêbadas mais rápido. 


É, infelizmente, chegamos a conclusão que esses momentos tão felizes que vivenciamos nas biroscas afora, acabam com o nosso corpitcho... Mas, nada de desanimar, vamos as alternativas benéficas...
  
Primeiro escolher os alimentos certos para acompanhar a cervejinha. E quais são eles?

Na balada Antes de sair de casa, forre o estômago com uma pizza falsa (duas fatias de pão de fôrma integral assadas com mussarela, tomate e manjericão, 287 calorias) e uma água-de-coco (66 calorias). Na noite, beba bastante água – três copos ajudam a diluir o álcool de uma latinha de cerveja.

No churrasco Invista nas saladas com folhas e legumes variados. Escolha carnes mais magras, espetinho de frango e queijo coalho grelhado. Para a porção de carboidratos, opte pelo pãozinho ou pela farofa. Se quiser os dois, diminua a quantidade de ambos. Evite: carnes com gordura aparente, pele de frango, lingüiça, espetinho com bacon.
No boteco

Uma opção saudável e gostosa é o caldinho de feijão que tem em média 27,5 calorias, outras opções são o churrasquinho de carne magra, as azeitonas e o queijo coalho.

E pra queimar esse excesso de caloria ingerida e o liquido retido?

Temos várias opções desde exercícios, como caminhada, ciclismo, corrida, spinning, jump, aos tratamentos estéticos como a lipocavitação, drenagem linfática, carboxiterarpia e muito mais... (Abordaremos esses assuntos em breve).



O importante é usarmos o bom senso para evitar os excessos, e é claro não deixar de curtir uma cerveja  por causa de um pneuzinho ou outro....  



Renata Rodriguez



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.