21 de abr de 2012

'Mulherona assim intimida', diz Débora Nascimento



Morenaça de olhos verdes, Débora Nascimento é do tipo que vira a cabeça de qualquer homem. Prova disso é que, enquanto a bela posava para as fotos desta reportagem numa das alamedas do Jardim Botânico, um ‘tiozinho’ passou por ela correndo e deu aquela olhadinha básica da cabeça aos pés, detendo-se mais precisamente no seu... bumbum! “Nasci assim. E por mais que tente emagrecer, vou sempre ter essas curvas! Mas eu tiro de letra, me vejo um pouco como a Tessália, que tem uma sensualidade natural. Isso não é uma coisa que eu fique explorando”, explica ela.

Em ‘Avenida  Brasil’, vivendo a sensual personagem, provoca suspiros principalmente na ala dos mais maduros. Todos querem estar na pele do sessentão Leleco (Marcos Caruso), que conquistou o coração da musa do Divino e a pediu em casamento. Embora nunca tenha vivido experiência semelhante, a atriz paulistana de 26 anos é totalmente a favor do relacionamento entre um homem mais velho e uma mulher mais jovem. “Nunca me apaixonei por homem mais velho por falta de convivência com pessoas mais velhas, mas se me apaixonasse, ia casar, ter filhos. Acho isso normal”, garante ela, acrescentando que a diferença de idade não pode ser uma barreira para o amor. “É uma caretice, um preconceito!”, opina.

Sucesso com todas as gerações, Débora confessa que já recebeu cantada de um homem mais velho do que seu pai, acima dos 50 anos. Mas não rolou. “Eu o conhecia de vista. Ele conseguiu meu telefone e me ligou. Conversei normalmente. E ele foi direto. Mas da mesma forma como dei fora em outros homens, disse não para ele também”, conta ela, admitindo que os homens mais maduros são mais criativos na abordagem: “É sempre mais elaborada, inteligente, mais requintada talvez”. Contudo, faz uma ressalva: “Nunca classifiquei ninguém por idade, cor nem conta bancária”.

Para a atriz, que é casada com o empresário Arthur Rangel, de 26 anos, há homens que ficam ainda mais bonitos e charmosos quando envelhecem. “Parece que eles ficam mais donos de si. Vejo pelo meu sogro, que é supercharmoso, meu pai também é. Até brinco com meu marido: ‘Se você ficar como o meu sogro, eu vou ficar bem’”, diverte-se ela. “Arthur é um homem à moda antiga, é maduro, parece mais velho do que ele realmente é”, completa.

Com 65kg bem distribuídos em 1,78m, Débora revela que seu tamanho assusta no primeiro contato. “Mulherona assim intimida um pouco as pessoas. Acho que esperam uma atitude arrogante. Aos poucos, elas vão vendo que não faço tipinhos. Quando ficam mais próximas, veem que sou normal. Acho que sou fofa!”, diz ela, que foi modelo antes de virar atriz.

Do site odia.com.br.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.